ALGUMAS DICAS QUE AJUDAM A ESCOLHER A AUTOESCOLA

Condutores,

a gente sabe que quando se aproxima a hora de se matricular na autoescola para iniciar o processo de aprender a dirigir a ansiedade é muito grande para todos. Afinal, você vai aprender algo que nunca aprendeu antes, muitos associam aprender a dirigir à realização de um sonho, mas algumas escolhas erradas na fase de escolher a autoescola podem render muitas dores de cabeça futuras e prejuízos. Então, atentos à algumas dicas:
1. Não escolha a autoescola pelo preço como único critério: desconfie daquelas que oferecem o processo a preços muito mais baixos que as outras ou muito mais altos. Pergunte aos atendentes quais são os diferenciais que a autoescola oferece em relação às demais. Se nem o pessoal da autoescola souber te dizer qual o diferencial que eles oferecem, das duas uma: ou não tem diferencial ou a equipe não é comprometida com ele.
  • Aprenda sempre a perguntar: o que essa autoescola me oferece de vantagem para fazer o curso aqui?
  • Quais são os diferenciais a mais que eu terei fazendo o processo de habilitação aqui e não na outra autoescola?

 

2. Peça para assistir a uma aula no pátio, verifique o estado da frota e, principalmente, o relacionamento entre as pessoas: entre instrutor e outros instrutores, entre instrutor e aluno, entre o instrutor e outros profissionais da autoescola;

3. Só pague as aulas no simulador de direção se o equipamento já estiver instalado na autoescola; não aceite que te cobrem aulas em um equipamento que ainda não dispõem; as denúncias ao Procon estão sendo apuradas e as autoescolas notificadas por esta prática;

4. Pesquise com amigos, conhecidos, com outros alunos que já fizeram, estão fazendo ou desistiram de fazer o processo de habilitação na autoescola em que você pretende se matricular: ouça atentamente os elogios e as queixas;

5. Procure saber como o instrutor trata os alunos; se o diretor de ensino deu atenção, encaminhou e atendeu às suas reclamações; procure saber e observe se o instrutor ou qualquer outro funcionário da autoescola faz piadas com suas dificuldades, se é do tipo “nervosinho”, “esquentadinho”, que xinga, etc…;
6. Verifique se o seu instrutor tem perfil nas redes sociais e os tipos de publicações que ele faz. Por exemplo: se faz postagens e charges que diminuem o aluno e sua capacidade de aprender; verifique se o instrutor faz piadas com as dificuldades dos alunos, se publica em tom pejorativo as conversas entre alunos e instrutores, se xinga o aluno disso ou daquilo. Você não vai se matricular numa autoescola cujo instrutor te faz de bobo nas redes sociais, vai?;
7.  Procure saber como é o atendimento por telefone, se há boa receptividade e disposição do funcionário para responder as suas perguntas e esclarecer as dúvidas; verifique se o funcionário se antecipa às suas necessidades;
8. Se o atendimento for presencial, verifique o ambiente de trabalho na autoescola: se é organizado, observe como as pessoas se tratam entre si, observe como os chefes tratam os subordinados; observe se a pessoa fica brincando com a outra, fazendo piada, risos, combinando o que vão fazer depois do trabalho e no final de semana e acabam te deixando lá com senha na mão e cara de pastel. Já visitei CFC em que o instrutor chegava com um sorrisão enorme rindo da dificuldade do aluno ou do motivo da reprovação e comentando com todos sem se importar com os clientes. Se isso acontecer, meia volta volver (volver, girar), saia dessa autoescola porque tem tudo para você ser o bobo da vez;
9.  Na internet, acesse o site do Tribunal de Justiça (essas informações são públicas), entre na sua Comarca e pesquise a autoescola já foi denunciada, se responde a processo ou já foi condenada por alguma acusação, principalmente de fraude na emissão de CNH. Muitos CFC’s são processados por instrutores ou alunos porque querem cobrar deles (ou do instrutor ou do aluno) o prejuízo de acidentes com veículos de aprendizagem quando isso faz parte do risco econômico que envolve a atividade-fim dos CFC’s.
– Muitos alunos não sabem, mas tem autoescola que já inclui na cobrança de preços um preço a mais para pagar a parcela do seguro dos veículos e motos. Mas, ou eles não dizem ou o aluno não leu o contrato.
10. Pesquise no Procon também, no site Reclame Aqui e nos vídeos do youtube se a autoescola está envolvida em denúncias, escândalos e fraudes. Faça essa pesquisa e evite dores de cabeça futuras. Qualquer coisa que esteja dando errado, atritos, desentendimentos, etc…, registre oficialmente junto ao Diretor de Ensino e veja que tipo de providência foi tomada antes de seguir com a reclamação adiante;
11. Nunca assine nada sem antes ler; veja se a autoescola tem contrato e leia TUDO. Se precisar de ajuda, peça para levar o contrato para alguém que entenda lhe ajudar a interpretar e, se não puder, volte acompanhado dessa pessoa para tirar as dúvidas porque depois de contrato assinado, não tem o que contestar.
Essas são apenas algumas dicas que podem ajudar na hora de escolher uma autoescola que seja idônea e comprometida com o ensino e a aprendizagem da direção veicular. Outras coisas você pode observar por si mesmo, perguntar, pesquisar, etc…
Boa escolha, condutores e boas aulas!